Um artigo recente publicado no FASEB Journal mostrou que os antioxidantes, amplamente encontrados em alimentos vegetais, pode ser o calcanhar de Aquiles do vírus Influenza H1N1, prevenindo que o vírus H1N1 invada e colonize nossos pulmões. Além disso, a pesquisa conduzida por Sadis Matalon e colegas mostrou que os antioxidantes podem ajudar no tratamento do vírus Influenza H1N1.


Os pesquisadores descobriram que o vírus H1N1 contém uma proteína chamada M2, que destrói ou danifica as células epiteliais de nossos pulmões removendo líquido do interior, promovendo os estágios iniciais da pneumonia e outros problemas pulmonares.

A fim de fazer esta descoberta, eles conduziram o experimento em três etapas. Primeiro, eles injetaram somente a proteína pulmonar dentro de ovos de rã e mediram sua função. Segundo, eles injetaram a proteína M2 do vírus H1N1 junto com a proteína pulmonar dentro de ovos de rã e descobriram que a proteína M2 do vírus H1N1 fez com que a função da proteína pulmonar diminuísse significativamente. Por meios de técnicas de biologia molecular, os cientistas isolaram o segmento da proteína M2 do vírus H1N1 responsável por danificar a proteína pulmonar e puderam demonstrar que, sem este segmento, o vírus H1N1 foi incapaz de danificar a proteína pulmonar. Terceiro, uma proteína M2 intacta do vírus H1N1 e a proteína pulmonar foram então injetadas novamente em ovos de rã junto com drogas antioxidantes. Isto também impediu que a proteína M2 do vírus H1N1 danificasse a proteína pulmonar. Quando estes experimentos foram repetidos usando células pulmonares humanas, os resultados foram exatamente os mesmos.

“Embora as vacinas ainda permaneçam como a primeira linha de intervenção contra a gripe por um longo tempo, este estudo abre as portas para tratamentos inteiramente novos destinados a parar o vírus depois que a pessoa esteja doente”, disse Gerald Weissmann, M.D., editor-chefe do FASEB Journal, “e à medida que o Dia de Ação de Graças se aproxima, a descoberta se torna outra razão para beber vinho tinto para sua saúde”.