Uma aplicação recente aprovada pela FDA permite aos microbiologistas realizarem testes de esterilidade rápidos, obtendo resultados rápidos em 90 minutos. Isto representa um imenso avanço no campo da microbiologia, uma vez que os testes de esterilidade tradicionais demoram 14 dias para serem concluídos. O sistema Scan RDI Analyzer é um controle microbiano ultra-rápido de produtos filtráveis, o que significa que além do teste de esterilidade rápido, é possível analisar água, bioburden, produtos não estéreis, monitoramento ambiental, etc.


 
O sistema tem uma sensibilidade muito alta, até 1 célula por amostra. É possível realizar um teste de esterilidade rápido em sua amostra se a contagem total teórica for menor que 105 células de bactérias e 104 células de leveduras ou bolores.

 
O sistema Scan RDI Analyzer torna o teste de esterilidade rápido uma realidade por detectar e contar diretamente células de bactérias, leveduras e bolores, sem a necessidade de multiplicação celular. Para fazer isso, ele faz uso de duas tecnologias: marcação celular fluorescente e varredura a laser, e é também chamado de Citometria de Fase Sólida.

 
Procedimento para Teste de Esterilidade Rápido
  1. Filtrar amostras através de uma membrana de 0,4 µm de porosidade. Os microrganismos são retidos.
  2. Transferir a membrana para um “pad” absorvente saturado com um reagente de ativação por 60 minutos.
  3. Marcar as amostras com um reagente específico, por 30 minutos.
  4. Transferir a membrana para o analisador, o qual utiliza uma varredura a laser em alta velocidade para varrer toda a superfície da membrana em 3 minutos.

 Os reagentes específicos empregados para marcação celular fazem uso de clivagem enzimática de um substrato não fluorescente para liberar fluorocromo livre no citoplasma. Somente células viáveis, com membrana celular intacta, são capazes de reter a sonda fluorescente, o que representa um avanço significativo se comparado com as técnicas de ATP, por exemplo.

 
Os sinais originados do sistema são expressos como parâmetros de discriminação na tela, permitindo ao equipamento de teste de esterilidade rápido diferenciar entre bactérias marcadas e sinais de interferência, como partículas eletrônicas, ópticas ou não fluorescentes. Uma vez que todo o teste de esterilidade rápido não é destrutivo, é possível usar um microscópio para checar e confirmar se a célula marcada é de fato um microrganismo e não de qualquer outra partícula orgânica.

 
Alguns estudos já mostraram que o teste de esterilidade rápido com Scan RDI é confiável, uma vez que ele detecta e conta todos os microrganismos viáveis em uma amostra, incluindo esporos, anaeróbios, estressados ou fastidiosos. Além disso, o sistema é também capaz de realizar identificação bacteriana de Escherichia coli, Legionella pneumophila e também identifica Cryptosporidium e Giardia.

Se você quiser saber mais, por favor visite o site oficial ou faça o download deste artigo.

O que você achou deste artigo? Quer compartilhar alguma informação conosco?